Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Odeio pessoas - Especial de Fim de Ano

por Miss F, em 30.12.15

Ora e se houve um Especial de Natal e toda a gente adorou, que o blog até ia breakando com tanta visita (ahahahah às vezes tenho tanta piada!), achei que se impunha um especial de fim de ano ou de ano novo, como os caríssimos preferirem, que assim como assim calham os dois na mesma altura, com a diferença de um segundo (hoje estou mesmo virada para a comédia, deve ser dos comprimidos). Ora vamo' lá ao que interessa, odeio pessoas:

 

  • que todos os anos fazem mil resoluções que não vão cumprir nem durante uma semana, desde as mais clássicas deixar de fumar, fazer dieta ou ir para um ginásio, às mais eruditas como aprender uma nova língua ou ler mais. Se for ler mais posts do facebook estão no caminho certo (excluo daqui as pessoas que já lêem por hábito e não apenas porque muda o ano).
  • que todos os anos apanham uma tal bebedeira que quando acordam não sabem se estão em 2015, 1930 ou 2057.
  • que todos os anos ficam até dia 20 e tal de Janeiro a falar da monumental bebedeira que apanharam (os de cima, portanto).
  • que dizem 'para o ano é que vai ser'. Vai ser o quê gente? Vai ser o ano em que alugam um cérebro e percebem que um novo ano afinal não é assim nada de especial e que vamos todos continuar a ser as mesmas pessoas, com os mesmos defeitos e feitios e que não há milagres? Que a mudança acontece quando queremos, porque queremos, e não porque a data se escreve diferente? Mas pronto, sim para o ano é que vai ser.
  • que vibram, enlouquecem, ficam dementes com a noite da Passagem de Ano. Amigos, a sério, a 31 de Julho, por exemplo, fazem contagem decrescente para chegar Agosto? E a 31 de Maio, anseiam pelo Junho que vos vai libertar das amarguras que Maio vos fez passar? Eu tenho para mim que vou passar a festejar antes a 31 de Janeiro, assim como assim é um mês chato em que as pessoas andam chatas porque é um novo ano e isso é maravilhoso e eu, grumpy cat, não tenho pachorra. Além disso toda a gente sabe que a noite de passagem de ano é sempre um fiasco, nunca corre como se planeou, e, no fim, serve só para mostrar que somos todos tão inteligentes que já aprendemos de tal forma os números que até conseguimos contá-los de trás para a frente. 
  • que andam até Fevereiro a rir-se e a gritar a toda a gente 'Ahahahah enganei-me na data, ainda escrevi 2015!!! Ahahah'. Amigo, a sério, não é um feito extraordinário, escreveste durante 340 dias (estou a descontar os 25 de Janeiro que te enganaste) 2015, o teu cérebro está habituado a esse número e sai com mais normalidade. E 95% das pessoas comete esse erro, não tem assim tanta piada. (Giro giro é escrever 26 de Novembro de 2012 em 2015, ainda ando a tentar descobrir o que fiz nesse dia que me tenha marcado assim tanto...).

 

Tal como no Natal deixo-vos à vontade para acrescentarem categorias. E não se nota nada que eu não gosto da Passagem de Ano, pois não?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:48

Odeio pessoas - Especial de Natal

por Miss F, em 23.12.15

A época natalícia traz-me tantos ódios, por isso decidi fazer um especial com todos os comportamentos que me irritam nesta altura. Por isso aqui vai - odeio pessoas:

 

  • que fazem sempre cara de cú (não há outra expressão) quando abrem as prendas e dizem sempre 'Ah não era bem isto que eu queria'. Enjoadinhos.
  • que todos os anos dizem 'Este ano é só uma lembrancinha, pode ser que para o ano seja melhor!'. Todos sabemos que nunca vai ser e fica bem melhor dizer apenas 'espero que gostes' do que tentar justificar, cada um dá o que pode e a mais não é obrigado.
  • que comparam o que receberam com o ano anterior e com o que os outros receberam. Invejosas.
  • que passam a noite e o dia a dizer 'Não posso comer mais nada' mas a cada 20 minutos estão de volta dos sonhos.
  • que estão o tempo todo a reparar naquilo que os outros comem (normalmente são os mesmos do ódio anterior).
  • que aproveitam o Natal para falar mal de quem não está presente.
  • que se sentam em frente à TV como se fosse um dia normal e não fazem um esforço por conviver e conversar. Ou que se agarram aos telemóveis.

 

Bom e é isto meus amigos. Aposto que todos vocês têm alguém no vosso círculo que é assim, sintam-se à vontadinha para acrescentar categorias de comportamentos natalícios irritantes

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:56

Odeio pessoas #10

por Miss F, em 16.12.15

que chegando a Dezembro começam na ladainha do costume. Que cresceram, aprenderam, sofreram, lutaram, riram e que este ano foi mais um passo em frente na sua vida, mas que no próximo ano vão mudar e ser ainda melhores. Eu acho que todos devemos fazer balanços na nossa vida, perceber se estamos a ir no caminho certo, se as coisas estão como queremos, se podemos melhorar, e tudo mais. Mas precisam mesmo de pôr essas tretas no Facebook? Amigos, ninguém quer saber se este foi o ano da vossa vida ou o ano mais miserável, já ouviram falar em introspecção?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20

Lembram-se deste post da rubrica Odeio Pessoas? Hoje encontrei este artigo que mostra que essas pessoas (que eu odeio) são pouco inteligentes. Eu já desconfiava...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:25

Odeio pessoas #9

por Miss F, em 02.12.15

que não lavam o cabelo depois do ginásio. Este é um ódio recente, que até é mais nojo do que ódio. Mas faz-me sinceramente confusão saírem do ginásio, tomarem duche e não lavarem a cabeça. Hoje vi uma senhora que secou!!! Secou o cabelo!! Sem o lavar. E o cheiro gente?? A sério, digam-me, foram abençoadas com uma transpiração que cheira a água de rosas? Se não for este o caso é, no mínimo, sinistro! 

 

Mas mesmo que fosse o caso... Hmm não sei, eu gosto muito do meu banhinho depois do ginásio, mesmo tendo lavado a cabeça de manhã é impensável não lavar depois do ginásio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:31

Odeio pessoas #8

por Miss F, em 25.11.15

que não respeitam o espaço pessoal de cada um. Epaaaa tira-me do sério! Odeio pessoas que me tocam quando estão a falar comigo, que chegam e põem o braço em cima dos ombros, que se colocam colados a nós. Eu sei, eu sou uma pessoa bruta e insensível, não sou apreciadora de abraços nem de toques no geral, até o moço se queixa disso. Com ele fui aprendendo a ser mais carinhosa (já não faço caretas quando ele me abraça repentinamente), mas com os outros... deixem-se disso que me encrespam os nervos! Respeitem o meu espaço por favor.

 

Personal-Space.png

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38

Odeio pessoas #7

por Miss F, em 18.11.15

invejosas. Daquelas que acham que toda a gente que tem sucesso é porque teve ajudas. Não conseguem conceber que uma pessoa pode ter sucesso porque, sei lá, se esforçou. E porquê? Porque elas não se conseguem esforçar. Elas querem ganhar o euromilhões e não fazer mais nada na vida. Por isso, continuam com a sua vida mediana, acreditando que quem tem sucesso (sendo que para muitas pessoas sucesso é dinheiro) nunca trabalhou, logo não vale a pena trabalhar nem se esforçar porque, das duas uma, ou nunca vão ter sucesso ou ele vai cair do céu. 

 

Se é verdade que algumas vezes o sucesso tem por base um berço de ouro que facilitou muito a coisa, também é verdade que muitas outras vezes o sucesso vem do esforço e do trabalho. Eu não sou ninguém. Não tenho nada, nem sequer onde cair morta. Mas vejo conhecidos que ficam com inveja de coisas como eu ir viajar ou comprar maquilhagem mais cara. Querem, juntem dinheiro e comprem, é isso que faço. Mas não sejam invejosas pessoas, isso só vos dá rugas!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Odeio pessoas #6

por Miss F, em 11.11.15

que vão a ouvir música nos transportes públicos. E não me refiro a quem usa os fones e vai, sossegado, na sua vidinha. Nãaaao, refiro-me àquelas pessoas que acham que têm um gosto musical acima da média e, por isso, brindam-nos logo pela manhã com as últimas novidades kizombo-techno-pimba (sem desprimor pela categoria musical). Eu ando para adoptar um conselho que li algures que consiste em ter uma música de black metal norueguês no telemóvel de forma a que, quando alguém achar que eu mereço o novo hit da moda, eu mostrar-lhe que há mais música que merece atenção. Sempre com o volume no máximo.

 

Um dia hei-de ter coragem de fazer isto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00

#5 Odeio pessoas

por Miss F, em 04.11.15

Que fumam e não respeitam os outros. Fui, desde sempre, fumadora passiva. Por desde sempre levar com fumo nunca peguei, nem sequer tive a tentação de pegar, num cigarro. Só por volta dos 19 - 20 anos consegui que em minha casa só fosse permitido fumar na cozinha (porque é a área mais ventilada), até aí fumava-se em todo o lado e, mal se entrava na sala, via-se o fumo a pairar. Por isso, de tempos a tempos, ainda ameaço a minha família que se algum dia tiver problemas nos pulmões os processo a todos (que eu não sou pessoa de fazer a coisa por menos).

 

Para mim todas as leis que restringem os fumadores (proibição em restaurantes, cafés, centros comerciais, etc) são bem-vindas. Acho até que se devia ir mais longe e, como no Brasil, proibir também que se fume em esplanadas. Odeio quando estou numa esplanada, seja só a beber alguma coisa ou a tomar uma refeição, e alguém da mesa ao lado começa a fumar, dá-me cabo da cabeça. E da garganta. É que depois nem é por ser como as velhas e implicar só porque sim, mas acontece que o fumo do tabaco me dá tosse, ou seja, fumarem enquanto estou a comer estraga-me a refeição. Uma vez tive uma discussão com uma colega de trabalho porque ela diz que tem direito a fumar nas esplanadas e, quem não fuma, que fique lá dentro. Então porque não fumo não posso apreciar uma refeição ao ar livre num dia de sol? Além de que sou, e sempre fui, apologista da ideia a liberdade de um acaba quando interfere com a liberdade do outro, no caso dos fumadores a maior parte está-se nas tintas para quem não gosta e se sente incomodado com o fumo, acha que tem mais direito a fumar do que os outros têm a não levar com o fumo. Claro que não me passa pela cabeça ir para a área de fumadores do Colombo implicar com as pessoas, não tenho nada contra quem fuma nos locais próprios para o efeito (para os quais a minha irmã, por vezes, me arrasta).

 

Mas voltamos sempre à questão da educação e do bom senso, respeito pelos outros nunca fez mal a ninguém, e neste caso está em causa um bem deveras precioso - a saúde.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

#4 Odeio pessoas

por Miss F, em 28.10.15

que levam crianças a jantar fora. Não são toooodas as crianças, nem me refiro a toooodos os restaurantes, não me choca que o McDonald's ou o Chinês da esquina tenham crianças. Mas quando vou a um restaurante mais 'maneirinho' e, passado um bocado, começo a ouvir gritos, choros, correrias e tudo mais... Até reviro os olhos.

 

No geral não gosto de crianças. Não me levem a mal, mas mesmo quando era criança não gostava das outras, achava que eram infantis. Quando, ao fim de uma semana esgotante, vou a um restaurante para tomar uma refeição descansada a pior coisa que me pode acontecer é haver criancinhas por perto. Eu até sei que a culpa não é delas, que elas se calhar até preferiam estar em casa a fazer macacadas em vez de serem forçadas a estar num restaurante de adultos onde têm de se comportar. Mas as mães/pais acham que têm o direito de impor os seus rebentos a toda a gente e estão-se nas tintas para os outros. Sim sim, quem está mal muda-se. Mas há uma coisa chamada respeito e boa-educação por isso, se faz favor, não levem as vossas criancinhas para restaurantes mais aprumados, podem estragar a noite dos outros.

 

Agradecida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D