Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Uma paixão chamada livros - Dia 10

por Miss F, em 12.02.16

Este é um dos livros que ponderei colocar no Top 5 do primeiro dia do desafio, mas depois vi que havia um dia dedicado a um Livro perturbante e decidi que se enquadrava melhor aqui. Uma obra que aparece em praticamente todas as listas de livros que as pessoas deviam ler, um clássico intemporal que previa o futuro e é tão aplicável ao presente. É daqueles livros que me lembro perfeitamente de tudo, sempre que começo a pensar nele vem tudo num instante, quando li senti que precisava de falar sobre o livro com toda a gente que conhecia. Se apanho alguém a falar do livro não consigo evitar pôr-me na conversa, tal foi o impacto que causou em mim. 

 

Falo, claro está, do 1984 de George Orwell.

 

9788499890944.jpg

 

 

 

_________________________________________________

 MagdaM*The Daily MiacisMulaMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMNathyMJJustAna Rita Garcia M.TeaJust Mom, Carla Godinho, Carla B.Neurótika Webb e Noqe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma paixão chamada livros - Dia 9

por Miss F, em 11.02.16

Todos preparados para rir um pouco? Vamos falar de um Livro hilariante. Este livro não é um livro propriamente dito, porque são basicamente cartoons. Contudo, tem letras e vem encadernado, logo é um livro. Falo-vos do The How To Be British Collection. A minha irmã viveu em Inglaterra durante um tempo e este livro foi-lhe oferecido por um amigo de lá. Já vos disse que tenho um fascínio por Inglaterra e este livro fala exactamente nas pequeninas coisas que envolvem ser British. 

 

2014-07-15 21.13.27.jpg

 

 

 

_________________________________________________

 MagdaM*The Daily MiacisMulaMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMNathyMJJustAna Rita Garcia M.TeaJust Mom, Carla Godinho, Carla B.Neurótika Webb e Noqe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma paixão chamada livros - Dia 8

por Miss F, em 10.02.16

Hoje vamos chorar um bocadinho e falar de um Livro Comovente. Quem acompanha o blog (a essas duas pessoas fantásticas, obrigada pelo apoio!) sabe que o ano passado li um livro que me marcou e entrou para os meus preferidos, e a palavra que melhor descreve The Nightingale é comovente. Como disse na altura em que escrevi sobre ele, chorei durante um capítulo inteiro, queria parar e as lágrimas simplesmente não obedeciam. É um livro muito humano, sentimos as emoções das personagens à flôr da pele e queremos saltar para dentro do livro só para dizer Vai ficar tudo bem. 

 

The nightingale.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma paixão chamada livros - Dia 7

por Miss F, em 09.02.16

Este dia é a minha vergonha. É suposto falar-vos do Livro que não consegui acabar. Eu sei, não devemos ficar envergonhados por não acabar um livro, acontece aos melhores, nem todos os livros são para todas as pessoas. Mas fico sempre na dúvida - vocês contam nas vossas listas de livros lidos aqueles que deixam a meio ou, como eu, escondem essa lista da vergonha numa gaveta com fundo falso? E fazem diferença entre livros que não acabaram mas que, talvez um dia, quem sabe, venham a acabar, e aqueles em que não há mesmo hipótese ou vai tudo para o mesmo saco, só saindo de lá quando está, finalmente, acabado?

 

Bom, como já perceberam há vários livros cuja leitura não chegou ao fim. Desses livros há, contudo, o primeiro. E o primeiro, como se sabe, nunca se esquece. Até porque foi o primeiro em que pensei mesmo 'Não dá, lamento imenso, não vamos ficar amigos porque eu recuso continuar a ler-te!' e fiz questão de dizer isto mesmo a quem me emprestou o livro. Esse livro é o Desperation de Stephen King. O livro pareceu-me disparatado, violência só porque sim, e quando alguém ficou com um taco de golfe espetado na cabeça eu pensei Enough is enough.

 

Mais recentemente deixei também por ler os Os Versículos Satânicos do Salman Rushdie, pela mesma razão - pareceu-me disparatado. O que me levou a ler este livro foi toda a polémica em torno do mesmo, a fatwa ordenando a execução do autor, emitida por Khomeini por se considerar que o livro ofendia o Profeta Maomé. E aqui faço mea culpa, estava à espera de uma coisa do género O Evangelho Segundo Jesus Cristo, do nosso Saramago, versão islâmica, e aquilo não tem nada a ver. Já vos disse algures neste blog que sou ateia, não acredito nem consigo acreditar em deus, e muito menos em religiões, por isso tenho um certo fascínio por tudo aquilo que casque em religiões, expondo as suas contradições óbvias. Daí que, verificando que afinal não era bem isso, chegou a uma altura em que decidi pôr este livro para o lado.

 

 

 

_________________________________________________

 MagdaM*The Daily MiacisMulaMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMNathyMJJustAna Rita Garcia M.TeaJust Mom, Carla Godinho, Carla B.Neurótika Webb e Noqe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma paixão chamada livros - Dia 6

por Miss F, em 08.02.16

Vamos lá começar a segunda semana de paixão pelos livros com o Livro mais pequeno que já li. Bastou olhar para a minha estante para ficar esclarecida, são três amigos muito simpáticos que se mostram lado a lado e um deles teria de ser o vencedor. Curiosamente são os três vencedores na categoria dos mais pequeninos: The Tales of Beedle the Bard, Fantastic Beasts and Where To Find Them e Quidditch Through the Ages. Achei que um deles ia ser mais pequeno mas contam todos com nada mais, nada menos, que 128 páginas. Por isso não é batota! 

 

DSCN1284.JPG

 Vêem-nos ali ao cantinho?

 

 

 

___________________________________________

MagdaM*The Daily MiacisMulaMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMNathyMJJustAna Rita Garcia M.TeaJust Mom, Carla Godinho, Carla B.Neurótika Webb e Noqe

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma paixão chamada livros - Dia 5

por Miss F, em 05.02.16

Acabamos esta primeira semana da paixão pelos livros em grande. Literalmente. Porque a questão que hoje nos traz cá é saber qual o Livro mais longo que já leste. Depois de analisar a estante e fazer estudos comparativos recorrendo à internet concluí que li em 2015 o livro mais longo da minha vida - The Goldfinch, da Donna Tartt. Este livro conta com 880 páginas na versão inglesa.

 

Contudo não pensem que sou uma fracota, já li outros livros com mais de 800 páginas, mas agora estou triste porque percebo que nunca li nenhum com 900. Talvez venha a ser um desafio literário para o próximo ano!

 

 

Assim acabamos esta semana de paixão pelos livros (uff foi cansativa!). Voltem cá segunda-feira, vai haver mais e melhor!! E já sabem, vão ver as escolhas dos outros participantes no desafio:  MagdaM*The Daily MiacisMulaMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMNathyMJJustAna Rita Garcia M.TeaJust Mom, Carla Godinho, Carla B.Neurótika Webb e Noqe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma paixão chamada livros - Dia 4

por Miss F, em 04.02.16

Hoje vamos voltar a falar menos bem dos livros, neste caso de um Livro que me desiludiu. Admito que este não foi muito difícil, só nos desiludimos quando esperamos algo de alguém, assim saltou-me logo à memória este livro. Estava ansiosamente à espera d' O Símbolo Perdido do Dan Brown e ficou aquém das minhas expectativas. Quando este saiu já tinha lido tudo o que havia para ler do autor, já era dos meus favoritos, e senti que este foi bastante fraquinho. Desde o tema do livro, ao desenrolar da trama e aos tão habituais twists, parece que foi tudo muito forçado. Pois de maneiras que realmente este foi o pior que li dele.

 

 

 

 

_____________________________________________________

 MagdaM*The Daily MiacisMulaMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMNathy

MJJustAna Rita Garcia M.TeaJust Mom, Carla Godinho, Carla B.Neurótika Webb e Noqe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma paixão chamada livros - Dia 3

por Miss F, em 03.02.16

Quando decidi participar neste desafio prometi que ia cumprir as regras o máximo que conseguisse, mas eis que ao terceiro dia já vou ter de quebrá-las! Isto porque há dois livros que estão empatadados - Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban e Harry Potter e o Cálice de Fogo. Recebi estes dois livros no Natal, em conjunto (a minha família não tinha noção que as sagas começam num livro e têm uma ordem lógica) e foi paixão imediata! Li os dois, reli, reli outra vez e mai até me oferecerem a Pedra Filosofal e a Câmara dos Segredos, depois fui relendo os quatro sucessivamente até sair a Ordem da Fénix. Não vou confessar quantas vezes li (eu própria não sei dizer números exactos) mas foram mais de 10 e menos de 30 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma paixão chamada livros - Dia 2

por Miss F, em 02.02.16

Hoje cabe-me falar-vos de um livro que detestei. E é-me tão difícil dizer assim, abertamente, que detestei um livro. Acontece que eu tenho uma teoria rocambolesca, acho que os livros têm sentimentos e custa-me falar mal deles, até porque um livro que eu detestei pode ser o livro da vida de outra pessoa. Esta injustiça de relegar um livro para uma palavra tão feia como detestar dá cabo de mim, mais depressa me ouvem dizer que detesto uma pessoa do que um livro, que coitadinho, é inofensivo. Assim sendo foi muito difícil decidir que livro ia figurar aqui neste segundo dia, percorri a estante com o olhar, escrutinei o cérebro e o Goodreads e ainda assim não encontrava nenhum que coubesse na palavra detestar. Assim optei por um livro que gostei a primeira vez que li, devia ter uns 12 anos, e depois, por falta de livros em casa, reli com uns 15 anos e passei a não gostar. E se voltasse a ler quiçá até gostasse. Trata-se d'O Alquimistade Paulo Coelho.

 

A primeira vez que li achei muito profundo, muito exótico e assim uma oitava maravilha do mundo. Mas depois reli e aquilo que me parecia profundo passou apenas a ser irritante, as frases que me tinham encantado tornaram-se cansativas. Hoje em dia é um livro (e um autor) que me deixa com os nervos em franja.

 

Agora idem ver os detestanços dos outros: MagdaM*The Daily MiacisMulaMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMNathyMJJustAna Rita Garcia M.TeaJust Mom, Carla Godinho, Carla B.Neurótika Webb e Noqe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Uma paixão chamada livros - Dia 1

por Miss F, em 01.02.16

Este desafio que partilho com a MagdaM*The Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMNathyMJJustAna Rita Garcia M.TeaJust Mom, Carla Godinho, Carla B.Neurótika Webb e Noqe tem hoje início e começa com o Top 5 dos livros lidos. Confesso que, mal olhei para a lista e antes de decidir participar, fui respondendo mentalmente às questões e esta foi uma das perguntas mais difíceis de responder. Incluo sagas? Qual o critério que uso para escolher? Escolho por autores preferidos ou destaco livros de autores que até só li uma vez mas que me marcaram? Optei por escolher livros que me marcaram, de autores que gosto, deixando de fora outros que se enquadram melhor noutras questões (ao longo do desafio vão perceber os critérios que usei), e que considero que toda a gente devia ler uma vez na vida. Seguem os cinco eleitos:

 

1. A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Záfon. Por ser um livro que me apaixonou, que tem tantas passagens tão boas que me dá vontade de sublinhar o livro inteiro, personagens tão envolventes que nos fazem apaixonar e por ser simplesmente tão bom.

 

2. Ensaio Sobre a Cegueira, José Saramago. Adoro Saramago e fiquei na dúvida sobre qual dos livros dele devia colocar neste top, uma vez que a sua presença era obrigatória. Acabei por decidir-me por esta, cuja review podem encontrar aqui.

 

3. Um Crime no Expresso do Oriente, Agatha Christie. A melhor escritora de policiais da história, capaz de criar histórias que nos deixam confusos mas, no fim, fazem sempre todo o sentido. Toda a gente devia ler um policial da Agatha Christie, este é dos mais conhecidos e um dos meus preferidos.

 

4. Romeo and Juliet, William Shakespeare. Palavras para quê? The master, Shakespeare. 

 

5. Cem Anos de Solidão, Gabriel García Márquez. Um escritor que com muita pena só descobri em 2015 e este livro é obrigatório para qualquer pessoa. Uma história que, sendo sobre nada, acaba por ser sobre tudo.

 

Sinto que muitos livros na minha estante estão, neste momento, a chorar de forma convulsiva por serem deixados de fora deste top. Mas quase todos os livros que li têm um lugar no meu coração e, muitos deles, vão encontrar o seu lugar ao longo destes 41 dias de deafio. Espero que vão passando por cá (e pelos tascos dos restantes participantes) e vão comentando as nossas preferências, dando sugestões com base nas nossas leituras e, no fundo, que se divirtam tanto como nós a participar neste desafio!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D