Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Millenium (e não me refiro ao BCP)

por Miss F, em 17.07.15

Hoje vi no blog da LER que sai no próximo dia 27 de Agosto um novo livro da saga Millenium, iniciada por Stieg Larsson, que faleceu inesperadamente (isto faz-me pensar, alguém está mesmo à espera de morrer? adiante) em 2004 e, assim, deixou apenas três livros e um rascunho do quarto. O quarto livro é da autoria de David Lagercrantz. Mas esta publicação tem gerado alguma polémica que, para quem não anda atento, vou resumir:

 

  1. Stieg Larsson morreu subitamente, aos 50 anos, em 2004.
  2. Stieg Larsson tinha uma mulher com quem vivia mas não estavam casados.
  3. Quando Stieg Larsson morreu a mulher ficou com direito a zero, nicles, batatóides do seu património.
  4. O património do falecido foi dividido entre o pai e o irmão.
  5. A mulher, no entanto, ficou com o rascunho do que seria o quarto livro e não o dá a ninguém. Diz que o seu Stieg ia ficar furioso por mexerem no que era dele.
  6. Família do falecido decide que isso não interessa nada e que, o importante, é que a história continue, porque certamente seria isso que Stieg desejaria.

 

Eu tenho mixed feelings com esta história. Por um lado, acho sinceramente que a sua mulher o devia conhecer melhor que ninguém. Falo por mim, a pessoa que melhor me conhece é o meu Moço. Acho, desde logo, uma injustiça que o pai e irmão tenham ficado com o património dele e esta história é bem capaz de me convencer a contrair matrimónio. Se eu falecer não quero que o meu extenso património (ahahahahahah) seja arrancado ao meu Moço. Isto quer-me parecer que o pai e o irmão querem ganhar uns trocos à conta do Larsson, mesmo sem o aval da "esposa". Depois temos a questão da história, é a senhora que tem o rascunho em mãos e não o partilha com ninguém, como é que o senhor Lagercrantz, o pai ou o irmão podem saber que rumo queria o autor que a história seguisse? Face a tudo isto penso que não devia haver livro coisíssima nenhuma.

 

Por outro lado.... Eu adoro as personagens. Adoro a história. Li os três livros no espaço de uma semana e pouco e, não satisfeita, ainda vi os filmes em Sueco. Depois vi a versão em inglês do David Fincher, mas não achei tão boa, é menos fiel aos livros. Por isso, não sei se consigo resistir a ler o livro. O meu eu ético e moral diz-me 'Não leias que isso não está certo', mas o meu eu fan-girl pensa 'Nunca mais é 27 de Agosto, nunca mais é 27 de Agosto.....' 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:14


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D